Marketing como Ciência


Mapa Mental - Marketing como Ciência. Como educar, aumentar a percepção, influir comportamentos de indivíduos e grupos para comprar as ofertas, com economia.

O que significa Marketing como Ciência?

O marketing como ciência busca sistematicamente o conhecimento para ser aplicado ao crescimento de um negócio.

O marketing como ciência informa, educa, influencia comportamentos, desenvolve padrões, crenças, valores, chama a atenção, aumenta a percepção dos consumidores, gerencia a produção, distribuição e consumo de produtos e serviços.

O marketing como ciência abraça ideias de outras disciplinas científicas, traduz para o contexto de marketing para inspirar  novos modelos e hipóteses e amplia as fronteiras do pensamento de marketing.

 

CIÊNCIA = CONHECIMENTO + PRÁTICA + SISTEMATIZAÇÃO

Por que o Marketing se relaciona com outras ciências?

MARKETING = EDUCAÇÃO + PSICOLOGIA + NEUROCIÊNCIA + SOCIOLOGIA + ECONOMIA

O marketing se relaciona com outras ciências para responder perguntas do tipo …

Marketing, Ciência,  Informação e Tomada de Decisão

-
Figura. Pirâmide do Conhecimento. Primeiro os dados, segundo as informações e em terceiro o conhecimento.

O MARKETING como CIÊNCIA  é sobre o uso objetivo de DADOS  para a TOMADA de DECISÃO …

  • Interpretar e questionar dados e identificar erros ou deturpações comuns nas interpretações.
  • Avaliar se existe falta de dados, fonte, qualidade, contexto da coleta e interpretações alternativas que os dados suportam.
  • Usar ferramentas para minimizar viéses para fazer bons julgamentos com informações imperfeitas em um mundo incerto.
  • Identificar padrões de  mercado e comportamento do cliente via análise de dados, conversas com possíveis clientes, colegas e terceiros.
  • Desdobrar  padrões em modelos e hipóteses que possam ser testadas.
  • Descobrir maneiras de operacionalizar boas respostas a esses padrões com um grau relativo de precisão.
  • Identificar  limitações dos padrões e monitorar as mudanças ao longo do tempo.

Marketing, Ciência, Experiências e Testes de Hipóteses

  • A essência do  método científico é projetar boas experiências, escolher hipóteses significativas para testar, minimizar variáveis ​​de confusão nesses testes,  que inevitavelmente estão sujeitas a influências descontroladas do meio ambiente.
  • Saber distinguir diferença entre provar algo versus apenas fornecer evidências comprovadoras.
  • Repetir experimentos de maneira inteligente para progredir metodicamente na busca de uma teoria.
  • Saber quando parar de seguir uma teoria.
  • Considerar quando  um experimento pode ser generalizado e saber transferir o conhecimento para outros contextos.

Marketing Científico

O marketing científico usa a mineração de dados (data mining), processo de explorar grandes quantidades de dados à procura de padrões consistentes, para identificar relacionamentos sistemáticos entre variáveis

Exemplo de dados são: onde consumidores – alvo moram, quanto ganham, quanto tempo passam on-line, quais sites visitam, que compram on-line …
Dados são analisados ​​para vários propósitos, tais como, descobrir o público alvo da empresa para um produto específico, adaptar campanhas de marketing para um público específico com maior probabilidade de se interessar pelo produto, etc, aumentando assim a probabilidade de esforços de publicidade bem-sucedidos.
A maioria das empresas on-line, de varejistas a grandes sites de mídia social, usa marketing científico.
O Facebook coleta dados sobre a idade do usuário, local, preferências, tópicos usados ​​em postagens ou conversas pessoais, esses dados são analisados ​​e usados ​​para planejar estratégias de marketing, desde anúncios direcionados que aparecem ao lado do seu perfil do Facebook até sites que “supostamente” você vai gostar ( política de uso de dados do Facebook ).
As lojas físicas usam o marketing científico para coletar informações sobre o que as pessoas compram, níveis de renda, nomes e endereços; existem programas de fidelidade que oferecem ofertas e descontos especiais  em troca de informações pessoais (quem são e o que compram), que são usadas para personalizar campanhas de marketing para cada cliente.
Uma empresa de mineração de dados pode coletar dados de milhares de pessoas e observar que um determinado grupo com mais de 60 anos têm grande probabilidade de viajar para o Rio de Janeiro; por causa dessas informações, uma outra empresa de pacotes de férias par promover seus pacotes esse grupo e como resultado aumentar suas vendas.
De uma forma geral, depois que uma observação é feita, a hipótese pode ser criada a partir da informação coletada noa vários “meios digitais”; é o que a Amazon faz, quando oferece outros livros do mesmo autor para você, por exemplo.
O Google oferece muitas ferramentas analíticas para analisar dados sobre site, publicidade on-line, aplicativos móveis e redes de mídia social; isso inclui geração de relatórios, sobre quantas pessoas baixam seu aplicativo para celular, quantos de seus clientes on-line fazem compras, etc.
Toda essa mineração de dados e relatórios permite que a sua empresa, seja pequena ou grande, colete informações valiosas sobre seu público e tome decisões de negócios  com base nessas informações.

Resumo do Marketing como Ciência

 

  • O objetivo desse bloco de conhecimento é destacar que o marketing é uma ciência e requer conhecimento ou prática sistemáticos  para ampliar o negócio, baseados em pesquisas e métodos científicos, com regras bem definidas e comprovadas.
  • O profissional de marketing necessita se conscientizar da multifuncionalidade das suas atividades, saber aprender a aprender várias habilidades como educar, influenciar comportamentos, chamar atenção, ativar a percepção do comprador, criar hábitos de compra e gerenciar a produção, distribuição e consumo de produtos e serviços.
  • Diante dessa variedade de conceitos e atividades, o marketing não se restringe a uma pessoa ou um departamento só; toda a empresa e colaboradores precisam trabalhar de forma alinhada para que os objetivos empresariais sejam atingidos; é necessário sincronismo empresarial, que  todos cooperem com isso e os profissionais de marketing precisam liderar em o processo.
  • Adicionalmente, com os avanços da internet, mobilidade, redes sociais e o marketing digital, é possível e vantajoso, reunir a variedade de dados e de fontes diferentes que estão no entorno do negócio e fazer previsões de marketing mais precisas e realísticas.
  • O marketing como ciência usa ferramentas de analise de dados para a tomada de decisão como qual o publico alvo a ser focado, como compra, quando compra, porque compra de nós, porque compra do concorrente e fornecer informações para ganhar vantagem competitiva.
  • Aplica mineração de dados (data mining) para explorar grandes quantidades de dados à procura de padrões consistentes, para identificar relacionamentos sistemáticos entre variáveis.

Palavras chaves – ciência, educacação, psicologia, neurociência, sociologia, economia, dados, informação, conhecimento, prática, sistematização, percepção, padrão, comportamento, processo, ferramenta, experiências, hipóteses.

Teste seu Conhecimento sobre Marketing como Ciência
  1. Use as palavras chaves para relembrar esse bloco de conhecimento.
  2. O que significa “marketing como ciência”?
  3. Dê exemplos de outras ciência que o marketing usa para atingir seus objetivos.
  4. Qual a importância da Educação para o Marketing?
  5. Por que a Psicologia é importante para o marketing?
  6. Qual a contribuição da Neurociência para o marketing?
  7. A Sociologia é outra ciência demandada pelo marketing. Qual a razão?
  8. Qual a relação do marketing com Economia?
  9. O que significa marketing científico?
  10. Quais são exemplos típicos do uso do marketing científico no seu dia a dia?

 

 

Saiba mais.

 

Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos