SD-WAN – Tráfego Internet

Qual o impacto do SD-WAN na rede corporativa MPLS e no tráfego alternativo via internet?

IP VPNs MPLS  tem sido a tecnologia WAN mais utilizada para as empresas O advento do SD-WAN significa rever o roteamento MPLS.

  • IP VPNs fornecem um desempenho confiável, com garantias de QoS. Mas, são consideradas caras e demoradas para instalar.
  • A solução MPLS raramente experimenta desaceleração, mas ela ocorre;
  • O acesso a Internet é bem mais barato e implantação mais rápida. O preço por megabit pode ser muito menor que o roteamento MPLS (da ordem de dezena a centena de vezes).
  • As ligações via Internet não oferecem garantias de throughput (vazão) e QoS – pelo fato  de compartilhar os mesmos links de outros tráfegos não corporativos, como transferências de filmes, transmissão de vídeo e upload de fotos de férias
  • Apesar da falta de garantias, os clientes SD-WAN descobriram que a combinação de múltiplas conexões via Internet ou LTE, ao lado de um link MPLS, pode produzir um QoS adequado, a um custo muito menor, do que simplesmente aumentar a capacidade do MPLS.
  • Os clientes reconhecem que o desempenho da conexão internet pode variar e geralmente instalam dois ou mais links, cada um conectado a um provedor de serviços diferente. Por exemplo, o desempenho LTE pode variar muito.
  • A experiência mostra que durante um período em que uma conexão desacelera, outra geralmente exibe bom desempenho. Os períodos quando todas as conexões são lentas são relativamente raros. Isso motiva a multiplicidade.

Alguns dados de pesquisa realizadas em 2016/2017  apontam 3 tipos de situações:

  • Empresas que dizem que não farão mudanças em suas implantações MPLS como resultado de camadas em SD-WAN. O MPLS continua como a espinha dorsal da WAN de missão crítica, mas é melhorado e expandido pela SD-WAN (20%)
  • Empresas que dizem que limitaram os gastos com a WAN (20%)
  • E, uma grande maioria de empresas dizem que reduzirão o número de sites usando conexões MPLS, num horizonte não menor que 5 anos (60%).

Até logo!

Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos