Protocolos não Orientados a Conexão

Como funcionam os protocolos orientados a conexão?

Protocolos não orientados a conexão são conhecidos como geradores de Datagramas. Neste modelo de protocolo, as mensagens são encaminhadas sem os estabelecimentos de uma conexão a priori, antes de transferir dados. Exemplos: Protocolos Ethernet, IP (utilizado na INTERNET) e UDP.

Os Protocolos não orientados a conexão possuem apenas uma fase: Transferência de dados.Esses tipos de protocolos têm a vantagem de serem simples e a desvantagem de não permitirem que a rede garanta a integridade da mensagem, devido ao fato de não ser garantida a seqüência correta dos pacotes (segmentos de mensagem) no nó de destino, já que os pacotes encaminhados na rede podem seguir vários caminhos distintos (enlaces e nós), implicando em diferentes tempos de deslocamento na rede. Adicionalmente, pacotes podem ser perdidos na rede. A integridade da mensagem, nesses casos, deve ser garantida por um protocolo superior.

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegação pelos artigos