Como se tornar mais inteligente?

Para ser mais inteligente; ter mais cultura e criatividade, você precisa saber o porque, quando, como, quanto estudar; não estudar como muitos para passar nas provas; direcionar a sua energia na direção certa; estudar melhor e não em maior quantidade; se diferenciar.

Quando estudar?

A aula do dia deve ser estudada no mesmo dia; o melhor momento é imediatamente após a aula; em pequenas doses.

As pessoas mais inteligentes são as que têm mais sucesso?
Resposta: Não necessariamente; a principal causa está no melhor uso do cérebro.
É eficiente estudar antes de dormir?
Resposta: Sim! Dessa forma “avisamos” ao cérebro que aquele assunto foi alvo de atenção, é importante e não deve ser apagado pelo cérebro durante o sono.
Se você assistir uma aula pela manhã, qual o momento de estudá-la?
Resposta: À tarde (e não no outro dia); se assistir a aula à tarde deverá estudá-la à noite e se assistir à noite, deverá estudá-la antes de dormir. De uma forma geral sempre estudar a aula no mesmo dia de que a assistiu.
Qual o benefício de estudar no mesmo dia em que assistiu uma aula?
Resposta: Ela ficará gravada na sua mente de longo prazo! No entanto, é necessário relembrar o aprendizado ao longo do tempo.
O que deve ser feito em termos de frequência de estudo?
Resposta: Estudar pouco, mas todo dia!
Existe um dia no qual nunca você deve estudar?
Resposta: Sim! Na véspera de uma prova.

Quanto estudar?

Devemos estudar pouco e sempre!

Quanto é esse pouco?
Resposta: você é que deve descobrir, ao longo do tempo, avaliando os resultados.
Como escolher o que estudar?
Resposta: ter cuidado com as armadilhas criadas por você mesmo, já que nós temos a tendência de deixar de lado justamente aquilo que temos mais dificuldades; tomar cuidado para não focar sempre no que já sabemos e procrastinar aquilo que temos deficiência.
Quais as células no cérebro responsáveis por reter o conhecimento?
Resposta: os neurônios via conexões com outros neurônios chamadas de sinapses; quando os neurônios são utilizados intensamente, podem se esgotar em 30 a 40 minutos; para que possam continuar desempenhando o seu papel e necessário tempo para recompor.
Quando podemos saber quando os nossos neurônios estão esgotados?
Resposta: por exemplo quando lemos um texto e não conseguimos concentrar a atenção e desviamos para um pensamento em paralelo e continuamos lendo e esquecemos o que acabamos de ler.
Quanto tempo devemos descansar para recompor os neurônios?
Resposta: Estudar por um período de 30 minutos e dar um intervalo de 10 minutos (ver técnica pomodoro); mas não utilize durante esse intervalo nenhum equipamento com tela, tipo TV, videogame, computador ou smartphone.
Podemos estudar e descansar em períodos de tempo diferentes?
Resposta: sim! mas não mais que 50 minutos e 20 minutos, respectivamente; não passe disso.
Na aula você aprende?
Resposta: Na aula você não aprende … na aula você entende; na verdade você aprende quando está sozinho! lembre do ditado chinês: “Quando você vir um homem com fome, não lhe dê um peixe … ensine-o a pescar.
Qual o período de tempo mais importante para o aprendizado?
Resposta: o que você passa estudando sozinho.

Como estudar?

Aprendendo a ser um autodidata; além de saber quando e quanto estudar, saber como estudar; o estudo deve ocorrer entre a aula e o sono noturno.

Como deve ser o local de estudo?
Resposta: você deve estar num lugar sossegado, confortável e que permita concentração.
Você pode estudar escutando música?
Resposta: pode, mas com ressalvas; o nosso cérebro usa “processamento paralelo”; várias partes do cérebro conseguem realizar tarefas diferentes ao mesmo tempo (por exemplo, dirigir, mascar chiclete, escutar um som e conversar ao mesmo tempo); cada uma das metades do cérebro do ser humano (hemisférios cerebrais) são especializadas para fazer atividades específicas; do lado direito temos os módulos cognitivos ; 1) linguístico e 2) lógico matemático, no lado esquerdo os módulos 3) musical e 4) espacial; nós para estudarmos as matérias escolares usamos mais os módulos 1, 2 e 4; se você estudar escutando música instrumental (num idioma que você não entenda), não apenas o módulo 3 não interferirá, como ajudará a abafar outros ruídos do meio ambiente que podem atrapalhar a sua concentração; mas se for num idioma que você entenda, haverá uma interferência da letra da música no seu módulo 1 e distrairá a sua atenção.
Como usar os sentidos para aprender?
Resposta: utilize todos os sentidos; se você ouve você esquece; se você vê, você entende, se você faz você aprende! Não adianta ler um livro de forma passiva e fazer marcações em alguns trechos mais interessantes; tente descobrir as questões mais importantes e escreva-os numa folha de papel; o ato de escrever ajuda na fixação; o papel pode ser jogado no lixo na sequência, já que o mais importante não é o que está gravado nele e sim na sua mente; o que importa é o ato de escrever e não o que está escrito.
Qual a matéria mais fácil de aprender?
Resposta: matemática; isso ilustra a diferença entre entender e aprender; matemática é mais difícil de se entender, mas é mais fácil de prender; uma vez entendida, se torna fácil de ser aprendida! Estudar matemática é fazer, fazer e fazer.
Qual a diferença entre entender e aprender?
Resposta: durante as aulas normalmente você ouve e vê e pouco faz; isso significa que durante as aulas, se muito, você entende; depois no estudo, você tem a chance de fazer (resolver problemas, elaborar um resumo de um texto, escrever e desenhar); é no momento do estudo que você aprende.
Qual o papel do bom professor?
Resposta: o bom professor dá aula para fazer o aluno a entender e gostar do que está sendo apresentado.
Qual o único professor capaz de fazer um aluno aprender?
Resposta: o próprio aluno.
O que significa ser um autodidata?
Resposta: ser professor de si mesmo; assistir as aulas para entender e estudar para aprender de verdade;  desenvolver a capacidade de aprender algo sem ter um professor ou mestre lhe ensinando ou ministrando aulas; direcionar o seu esforço particular para desenvolver caminhos, métodos, ferramentas cognitivas para a sua aprendizagem continuada; o autodidatismo é alvo de estudos acadêmicos, devido especialmente a expansão de sistemas educacionais on-line.

Como se tornar mais inteligente?

O que é inteligência?
Resposta: é a qualidade do nosso cérebro de descobrir regras (uma das definições); que não são necessariamente sequências numéricas; a inteligência são de vários tipos ou módulos cognitivos.
Quais são os módulos cognitivos que compõem a inteligência humana?
Resposta: Linguística para permitir a transmissão e recepção da palavra; Lógico-matemática – para permitir relações de causa e efeito; Musical – capacidade de produzir boa música, tocando, cantando ou escutando (talento se aprende, incluindo  musical); Espacial – capacidade de se orientar no espaço, ler uma planta, um mapa; Psicocinética – dominar o próprio corpo e seus movimentos; Interpessoal – capacidade de se relacionar com outras pessoas; Intrapessoal – conhecer a si próprio, para cada vez mais se desenvolver;
Quais os módulos cognitivos que você deve desenvolver?
Resposta: todas as facetas da sua inteligência, sem deixar nada de lado; por isso a capacidade de auto análise seja, talvez, a mais importante, pois desencadeia a melhoria das outras inteligências.
Qual o benefício da autoanálise?
Resposta: tomar consciência dos seus pontos fortes e fracos (autoconsciência); planejar ações para fortalecer os pontos fortes e reduzir ou eliminar os pontos fracos.
Qual a diferença entre conhecimento e inteligência?
Resposta: conhecimento é informação ou noção adquiridos pelo estudo ou pela experiência e inteligência é a capacidade de criar produtos ou serviços significativos em uma ou várias áreas do conhecimento; ou seja inteligência vale mais que conhecimento; o que vale não é a quantidade de conhecimento que temos, mas o que somos capazes de fazer com o pouco de conhecimento; não basta conquistar a sabedoria, mas é preciso saber usá-la; não adianta você ter conhecimento sem ter inteligência.
Qual a vantagem de você acreditar em você e na sua capacidade de ganhar inteligência?
Resposta: Acreditar que existem falhas mentais e que é possível eliminá-las; qualquer pessoa neurologicamente saudável é capaz de desenvolver qualquer tipo de habilidade;
Quais as principal limitações para ganhar mais inteligência?
Resposta: as limitações autoimpostas (exemplo: jamais conseguirei fazer isso … um burro sempre será um burro … os seus esforços não levarão a nada …); o seu cérebro é capaz de qualquer coisa, é só você querer; o seu raciocínio sempre poderá ser mais rápido, ágil e criativo.
Como evitar a burrice e ganhar mais inteligência?
Resposta: evitar coisas que além de não estimular a inteligência, a enfraquecem, tais como: 1) drogas, que além de de reduzirem a rapidez e lucidez de raciocínio, produzem danos permanentes e deficiências neurológicas irreversíveis; 2) televisão, que substitui a leitura, já que muito mais fácil ligar a TV do que abrir um livro e desenvolve analfabetos funcionais (aquele que consegue transformar letras em som, mas não em ideias); 3) internet, que embora abra um fenomenal leque de oportunidades  de pesquisa, cruzamento de informações e troca de conhecimento, permite que pessoas com o mínimo de inteligência e curiosidade a usem para fofocar, copiar trabalhos elaborados por outros, sem se dar ao trabalho de lê-los completamente ou agregar valor, além disso, a internet, em particular, as redes sociais podem viciar como drogas químicas;
Qual o papel da escola para a sua inteligência?
Resposta: para se tornar mais inteligente e não para obter um diploma; estudar para aprender; Como criar o hábito de estudar pouco, mas todo o dia; aprender a se organizar e aplicar métodos; lembrar que durante a aula você deve entender e que depois sozinho aprender;
Porque os desafios são muito importantes para ganhar inteligência?
Resposta: Porque o cérebro tal como o corpo, precisa praticar esporte; precisa fazer ginástica mental; palavras cruzadas, quebra cabeças, charadas, problemas de matemática, são exemplos de ferramentas para desenvolver “musculação mental”;
Porque a leitura é outro instrumento importante para ganhar inteligência?
Resposta: na realidade a leitura está inserida na classe de desafios; escolha uma boa leitura para você, aquela que lhe dê prazer; a leitura é uma boa forma de lazer; quando lemos um livro, criamos o nosso próprio filme e de forma muito mais criativa do que qualquer filme criado para obter bilheteria; ouvir rádio e ler livros exercita a imaginação;ao passo que a TV reduz a imaginação já que a imagem já vem pronta.
Porque a fala é também um excelente instrumento para ganhar a inteligência?
Resposta: Na realidade o homem pensa porque fala; é o ato de falar, ou a capacidade de concatenar símbolos para se comunicar que faz o ser humano concatenar o raciocínio.

Por que estudar?

  • Para ser mais inteligente.

Quando estudar?

  1. A aula do dia deve ser estudada no mesmo dia; o melhor momento é imediatamente após a aula em pequenas doses; o estudo deve ocorrer entre a aula e o sono noturno.
  2. É eficiente estudar antes de dormir para o subconsciente trabalhar por você..
  3. Sempre procurar estudar a aula no mesmo dia em que a assistiu, para facilitar gravar na sua mente de longo prazo.
  4. Em termos de frequência de estudo, você deve estudar pouco, em intervalo e todo dia.
  5. Nunca postergar o estudo para a véspera da prova.

Quanto estudar?

  1. Pouco e sempre; calibrar o quão pouco ao longo do tempo.
  2. Não focar sempre no que já sabe e procrastinar aquilo que não sabe ou tem dificuldade de estudar.
  3. Não sobrecarregar os neurônios com longos períodos de estudo sem intervalo (30 a 40 minutos).
  4. Parar o estudo quando perceber dificuldade de atenção e pensamentos paralelos.
  5. Atentar que na aula você entende e sozinho você aprende.

Como estudar?

  1. Aprender a ser autodidata, um professor de si mesmo; o único professor capaz de fazer um aluno aprender é o próprio aluno.
  2. Procurar lugares sossegados, confortáveis e que permitam a concentração.
  3. Utilizar todos os sentidos; se você ouve você esquece; se você vê, você entende, se você faz você aprende.
  4. Tentar descobrir as questões mais importantes que resumem o aprendizado.
  5. Escrever para gravar o aprendizado na sua mente.
  6. Durante as aulas se concentrar em entender.
  7. Durante os seus estudos, se concentrar em fazer (resolver problemas, resumir, escrever e desenhar) para aprender.
  8. O bom professor dá aula para fazer o aluno  entender e gostar do que está sendo apresentado.

Como aumentar a sua inteligência?

  1. Se conscientizar que a inteligência é a qualidade do nosso cérebro de descobrir regras.
  2. Usar todos os módulos cognitivos da sua inteligência – linguística, lógica matemática, musicalidade, raciocínio espacial; psicocinética, interpessoal, intrapessoal.
  3. Fazer auto-análise para desenvolver a autoconsciência das suas forças e fraquezas; planejar ações para aumentar as forças e eliminar as fraquezas.
  4. Entender que inteligência vale mais que conhecimento, já que significa “o que” podemos fazer com o conhecimento.
  5. Observar que qualquer pessoa tem falhas mentais passíveis de serem eliminadas e pode desenvolver qualquer tipo de habilidade.
  6. Se conscientizar de que o seu cérebro é capaz de qualquer coisa, é só você querer; o seu raciocínio sempre poderá ser mais rápido, ágil e criativo.
  7. Observar que as limitações auto impostas são os maiores inimigas do seu desenvolvimento.
  8. Evitar coisas que não estimulam a inteligência ou a enfraqueçam, como drogas, muita televisão, má alimentação, má respiração, etc.
  9. Estudar principalmente para aprender e não para obter certificados ou diplomas.
  10. Criar o hábito de estudar pouco, mas todo o dia.
  11. Aprender a se organizar e aplicar métodos para entender e depois aprender.
  12. Buscar desafios para exercitar o cérebro, fazer ginástica mental e resolver problemas.
  13. Praticar a leitura para desenvolver a imaginação e criatividade.
  14. Treinar a sua fala e ler em voz alta para aumentar a capacidade de se comunicar, raciocinar e escutar você mesmo.

Saiba mais. Aprender a AprenderComo se tornar mais inteligente?Ferramentas CognitivasConceitos, Definições e Palavras ChavesPerguntasMapa MentalMapa Conceitual.


 

Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos