SAN – Storage Area Network

Uma rede de armazenamento ( SAN ) é uma rede de computadores que fornece acesso a armazenamento de dados em nível de bloco consolidado; é usada principalmente para melhorar a acessibilidade de dispositivos de armazenamento, como matrizes de disco e bibliotecas de fitas, a servidores para que os dispositivos apareçam no sistema operacional como dispositivos conectados localmente . Uma SAN é uma rede dedicada de dispositivos de armazenamento não acessíveis através da rede local (LAN) por outros dispositivos, evitando assim a interferência do tráfego da LAN na transferência de dados.

O Fibre Channel ( FC ) é um protocolo/padrão de transferência de dados de alta velocidade, até 128 Gbps usado principalmente para conectar  sistemas de armazenamento aos servidores; é usado principalmente em redes SAN, em data centers comerciais; tem suas origens nos anos 80; é um mecanismo de transporte utilizado para transmitir comandos SCSI (Small Computer System Interface), um padrão de comunicação entre entre um host e um dispositivo de armazenamento. O armazenamento em SAN Fibre Channel ganhou popularidade com a explosão da web.

 

SAN Fibre Channel é uma rede  fibra ótica dedicada para armazenamento, com switches de rede e dispositivos de armazenamento específicos e com servidores com placas Host Bus Adapter (HBA) instaladas; são consideradas caras e complexas.

 

O Fibre Channel sobre IP (FCIP), é um Protocolo Internet (IP) para tecnologia de armazenamento – uma entidade FCIP funciona para encapsular quadros Fibre Channel e encaminhá-los por uma rede IP. Entidades FCIP são pares que se comunicam usando TCP / IP; A tecnologia FCIP supera as limitações de distância do Fibre Channel nativo, permitindo que redes SAN geograficamente distribuídas sejam conectadas usando a infraestrutura IP existente, mantendo os serviços de malha intactos. O Fibre Channel Fabric e seus dispositivos permanecem inconscientes da presença da rede IP; o FCIP conecta redes SAN geograficamente distribuídas.

SCSI – Small Computer System Interface, é uma tecnologia que permite ao usuário conectar uma larga gama de periféricos, tais como discos rígidos, unidades CD-ROM. Características físicas e elétricas de uma interface de entrada e/ou saída (E/S) projetadas para se conectarem e se comunicarem com dispositivos periféricos são definidas pelo SCSI.

iSCSI. É uma alternativa mais barata para o Fibre Channel, usada localmente e para extensão além de um único Datacenter; comandos de armazenamento SCSI são encaminhados através de uma rede IP convencional em vez de Fibre Channel, sem necessidade de interfaces adicionais. O objetivo é reduzir o custo do armazenamento centralizado através da consolidação das redes de armazenamento IP. O iSCSI comumente conecta servidores pequenos para armazenamento de dados, mas está em franca evolução, grandes empresas de armazenamento, Incluindo EMC, IBM e NetApp oferecem iSCSI como opção de conectividade.

Consolidação de SAN em Datacenters

 Os serviços de Storage em Datacenter incluem a consolidação de redes SAN isoladas em uma única rede SAN, com maior capacidade e com virtualização do Storage,  para que múltiplos servidores possam utilizar o mesmo conjunto de discos (array de discos).

A consolidação de SANs isoladas requer o uso de VSANs (Virtual SANs). A VSAN é uma tecnologia semelhante às VLANs disponível nos switches das redes SAN.  O uso simultâneo dos arrays de disco por vários servidores é possibilitado por várias tecnologias de rede SAN que criam caminhos virtuais entre os servidores e os arrays de disco.

Suporte aos protocolos

Serviços FCIP e iSCSI. Outros serviços incluem o suporte aos protocolos FCIP e iSCSI na mesma estrutura de storage. O FCIP conecta redes SAN geograficamente distribuídas e o iSCSI é uma alternativa mais barata para fazer a mesma coisa. Os serviços são usados juntos em redes SAN utilizadas localmente e as que precisam ser estendidas além de um único Datacenter.


Quais são as principais diferenças entre SANs FC e iSCSI?

Segurança e Confiabilidade. As SANs Fibre Channel são mais confiáveis do que SANs iSCSI. Redes Fibre Channel são redes relativamente pequenas e isoladas, quando comparadas às redes TCP / IP. Esse isolamento significa que os riscos de segurança, erros induzidos pelo homem e falhas de hardware, que podem flagelar redes IP, não impactam o tráfego Fibre Channel SAN.

Desempenho. Misturando o tráfego IP com o tráfego de armazenamento pode significar que o tráfego de armazenamento de missão crítica seja encaminhado ajunto com tráfego espúrio. A implementação iSCSI SAN pode ser severamente degradada se não operada numa rede dedicada ou subrede (LAN ou VLAN). O FCP (File Channel Protocol) oferece quadros de comprimento fixo, na ordem enviada e com verificação robusta de de erros. O iSCSI, por outro lado, roda no TCP / IP, projetado para tolerar redes não confiáveis. O TCP é um protocolo de fluxo de bytes que requer uma sobrecarga de processamento significativa para remontar pedidos de dados fora de ordem e verificar sua integridade. Outra questão é a velocidade da rede local. O Ethernet há muito tempo tem apenas 1 GbE como uma opção adequada para a conexão iSCSI e, recentemente, 10 Gb Ethernet. No entanto, esta tecnologia é nova e cara, anulando muitos dos benefícios que o “iSCSI mais barato” fornece.

Escalabilidade. Fibre Channel tem várias opções de conectividade que incluem 1 Gbps, 2 Gbps, 4 Gbps e 8 Gbps. Exige HBAs (Host Bus Adapter) nos hosts para se conectarem à SAN.  O HBA iSCSI pode ser implementado com drivers de software usando o hardware do NIC (Network Interface Carda) ou o padrão HBA iSCSI. Ambas não são muito mais baratas do que os HBAs Fibre Channel.


Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos