Métodos para melhorar o desempenho em WANs

Quais são os métodos para melhoria de desempenho em WANs?

Os principais métodos utilizados para aumentar o desempenho em WANs são: 1) controle e roteamento inteligente, 2) visibilidade das aplicações, 3) QoS – Quality of Service, 4) Otimização  aplicações e tráfegos.

  • Controle e roteamento inteligente. Inserir uma camada para rotear o tráfego das aplicações de forma ótima sobre os vários caminhos (redes) garantindo um uso completo de todos recursos da WAN. Isto exige migrar de um modelo de redes separadas com mapeamento de tráfego estático para uma política de controle centralizado por aplicação. O controle de caminhos tem como objetivo garantir que o tráfego da aplicação sempre escoe pelo caminho ótimo para uma dada aplicação. Quando frente a problemas de desempenho, o tráfego prioritário é transferido para um caminho de melhor desempenho. O “serviço de controle de caminhos” automaticamente balanceia  a carga de tráfego sobre as conexões da WAN. Não deve existir sobrecargas ou ociosidades, como é o caso quando do uso de mapeamento estático de tráfego. O controle de caminhos e o balanceamento de tráfego na camada de aplicação simplifica consideravelmente a administração do controle de desempenho das aplicações de uma empresa. Por exemplo, uma política de roteamento pode designar a rede MPLS como caminho preferido para aplicações de voz e balancear a carga de outros tráfegos para maximizar o uso da WAN. No caso de uma instabilidade na rede MPLS, o tráfego pode ser reroteado para o melhor caminho, que neste caso é a Internet. A experiência do usuário é mantida, enquanto um alerta para o operador da rede é encaminhado para que o problema seja imediatamente endereçado.
  • Visibilidade das aplicações. Você não pode controlar o que não vê. A rede deve ter visibilidade das aplicações que estão na rede e qual o desempenho de cada uma delas. A visibilidade é fator crítico para planejamento de capacidade e para verificar, sintonizar e resolver os problemas que afetam a experiência do usuário da aplicação. Mediçoes do tempo de resposta da aplicação, instrumentação como parte integrada do sistema, devem ser desenvolvidos para as aplicações de missão crítica para isolar onde retardos estejam ocorrendo na rede (por exemplo, cliente, LAN, WAN, ou o tempo de resposta do servidor)
  • Qualidade de Serviço. Após ganhar a visibilidade de todas as aplicações que trafegam na rede é a vez de aplicar as políticas de QoS para grupos de aplicações chave para ajudar a garantir que as aplicações prioritárias tenham prioridade na alocação da largura de banda apropriada. No caso de transporte via Internet, sem nenhuma garantia de serviço, o QoS pode ser usado para garantir alocação de prioridade adequada na interface de saída da WAN para a Internet, com QoS dinâmico, cuja taxa alocada para este tráfego sainte é realimentada através de medidas fim a fim entre os roteadores da rede.
  • Otimização de Aplicações. Para acelerar o desempenho das aplicações as alternativas são: Otimização de tráfego (compressão e eliminação de redundância nos dados). Otimizadores específicos de aplicações e Caching Inteligente, baseado em conteúdos HTTP, que podem desafogar de 40 a 90% o tráfego e melhorar ao mesmo tempo a experiência de uso.

Obs. Melhorar o desempenho das WANs é apontado como o 3o fator de mudanças nas WANs, segundo pesquisa www.webtorial.com 2015. Ver artigo, Fatores de Mudanças na WANs”.

Até logo!

2 comentários em “Métodos para melhorar o desempenho em WANs

  1. read more, em 18 de agosto de 2019 às 01:36, disse:

    I just want to mention I’m very new to weblog and truly savored your web page. Probably I’m likely to bookmark your website . You definitely come with good articles and reviews. With thanks for revealing your website page.

  2. Tractor Workshop Manuals, em 20 de agosto de 2019 às 06:44, disse:

    I like the valuable info you provide in your articles. I will bookmark your blog and check again here frequently. I am quite certain I will learn many new stuff right here! Best of luck for the next!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegação pelos artigos