Ética da Computação em Nuvem

Quais são as implicações do uso de cloud computing na ética da computação?

A computação em nuvem é baseada em uma mudança de paradigma, com profundas implicações sobre a ética da computação. Eis os principais elementos dessa mudança: (i) o controle é transferidos a terceiros, (ii) os dados são armazenados em vários sites administrados por várias organizações, e (iii) vários serviços interoperam através da rede.

  • Acesso não autorizado, corrupção de dados, falha de infraestrutura e indisponibilidade do serviço, são alguns dos riscos relacionados à terceirização do controle de serviços para terceiros. Além disso, sempre que ocorre um problema, é difícil identificar a origem e a entidade que o causou.
  • Sistemas podem se estender além dos limites de várias organizações e fronteiras de segurança – um processo chamado de “desperimetrização”.  Como resultado da desperimetrização não apenas a fronteira de infraestrutura de TI da organização fica “confusa”, mas também a fronteira da responsabilidade.
  • A complexa estrutura de serviços em nuvem pode tornar difícil a identificação da responsabilidade, caso algo indesejável ocorra.
  • Em uma cadeia complexa de eventos ou sistemas, muitas entidades contribuem para uma ação, com consequências indesejáveis – o chamado “problema de muitas mãos”.
  • Fraude e roubo de identidade são possibilitadas pelo acesso não autorizado aos dados pessoais em circulação e por novas formas de divulgação através das redes sociais, o que também pode representar um perigo para a computação em nuvem.

Até logo!

Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos