IaaS da Amazon

Quais são as características e funcionalidades do EC2  da Amazon?

Características do Serviço IaaS da Amazon

  • Completamente Controlado – usuário tem controle total das instâncias e estrutura.
  • Elástico – configuração de capacidade em minutos para qualquer quantidade de instâncias (máquinas virtuais) de uma a milhares.
  • Flexibilidade – muitas opções de instâncias, sistemas operacionais e pacotes de software
  • Integração com outros produtos – um portifólio para montar a solução completa – armazenamento, banco de dados, serviços de balanceamento de carga e aplicativos.
  • Disponibilidade – 99,5% nas ”regiões do Amazon EC2”.
  • Segurança – de várias formas: 1) vinculação de instâncias via “Virtual Private Cloud” (ou nuvem virtual privativa) e intervalo de IP, 2) configuração de acesso/restrição de instância a internet, 3) grupos de segurança e ACLs, 4) opção de acessos IpSec para conectar a infra de TI a VPC, 5) Instância dedicadas – hardware dedicado.
  • Economia – instâncias on demand – capacidade computacional por hora. Elimina custos de planejamento.
  • Padronização – opções pré configuradas de instâncias.

Funcionalidades de Cloud Computing

Para prover as características citadas, vários recursos são fornecidos na suite Amazon EC2, para prover soluções GEEDDS – gerenciáveis, escaláveis, com disponibilidade, desempenho e segurança:

  • Armazenamento – em bloco e elástico independente das máquinas virtuais.
  • Instâncias otimizadas – cardápio de tipos e configuração de instâncias.
  • Vários locais – instâncias em vários locais: zonas e regiões de disponibilidade.
  • Endereços “elastic ip” – para permitir rápido remapeamento de endereços IP e movimentação de instâncias.
  • VPC – Virtual private cloud – definida pelo cliente, com controle total das instâncias e do ambiente de rede.
  • Cloudwatch – monitoramento da nuvem – visibilidade de uso de recursos, desempenho operacional, padrões de demanda, uso de recursos.
  • Auto Scaling – configuração automática para programar ajustes de capacidades.
  • Load balancing – distribuição de tráfego de entrada dos aplicativos para maior tolerância a falha e resiliência de serviços.
  • Clusters de alto desempenho – personalizar o desempenho de computação e rede.
  • Instâncias de Alto Desempenho de E/S – adequadas para clientes executando bancos de dados relacionais e NoSQL de desempenho muito elevado.
  • Instâncias de alta capacidade de armazenamento para aplicativos com uso intensivo de dados, como warehousing de dados e Hadoop
  • Gerência VM – Importação/exportação de máquinas virtuais (VM),
  • Loja virtual – seleção e compra de produtos, serviços e acessórios.

 

Os comentários estão fechados.

Navegação pelos artigos